sábado, 27 de agosto de 2011

Pra você, mãe.

Saudades do abraço apertado, do cheiro gostoso, das palavras doces. Da cara de preocupação.
Saudades das gírias inventadas, dos apelidos mais fofos. Das mãos acolhedoras.
Saudades do olhar sereno, do sorriso espontâneo. Da risada desenfreada, do choro calado.
Saudades do andar calmo, da doçura sem fim. Dos cabelos brancos, da baixa estatura.
Saudades da vontade de viver. De poder chamar "mãe".
Saudade de dizer todos os dias que eu amo você. E você dizer que me ama mais ainda.

Minha rainha
.

Maria das Graças Maciel Hernandes
29/12/1955 - 07/08/2011